Como deixar seu site mais rápido

Uma das métricas mais importantes para um website ser rankeado no Google é a rapidez do mesmo.
Webdesigner

Não é de hoje que sabemos que o Google preza bastante pela melhor experiência do usuário. Os sites que oferecem um conteúdo e desempenho melhor não raramente são os mais bem posicionados na primeira página do buscador mais famoso do mundo.

Não podemos cravar que este seja o principal critério, mas temos certeza de sua importância no ranqueamento.

Fora este importante fator, um site lento ou desnecessariamente pesado tende a receber menos visitas, pois a internet nos acostumou mal a rapidez e eficiência.

Então, é fundamental que você como programador saiba deixar seu site ou aplicação web proporcionar a melhor experiência possível para o consumidor de seu conteúdo.

Tendo em vista que a maioria dos usuários só aguentam esperar em média 2 segundos para o carregamento de uma página, vamos compartilhar 4 dicas que o próprio Google oferece para que você deixe seu seu site ainda mais rápido, economizando alguns preciosos segundos da velocidade de carregamento de suas páginas.


Não use imagens muito pesadas

Website rápido

Geralmente, as imagens estão entre os tipos de arquivos que mais pesam em um site.

Portanto, vale a pena gastar uma quantidade de tempo redimensionando o tamanho das imagens de seu site para que elas não tenham um “peso” desnecessário para a página.

De nada adianta colocar uma imagem de, por exemplo, 3000px de largura e depois definir em seu código uma width de 600px. A imagem que está armazenada no servidor tem a resolução original (3000px), e logicamente, quanto maior ela é, mais pesada, impactando negativamente no desempenho de seu site.

Os formatos mais usados na Web ainda são o JPEG e o PNG, sendo o JPEG ainda mais recomendado pelo fato de alguns navegadores um pouco antigos apresentarem uma certa dificuldade de suportar o formato PNG.

Existem alguns softwares que comprimem o tamanho da imagem, deixando-a mais leve, e perdendo apenas um pouco da qualidade. Uma vez que ela é comprimida, o peso diminui, e deixa o seu site ainda menos pesado.

Um software gratuito e bastante famoso é o TinyPng. Existe um plugin que também tem como objetivo diminuir o tempo de carregamento da imagem, que é o WP Smush.it.


Reduzir as solicitações HTTP

Quando falamos de solicitações HTTP, estamos mencionando o tempo que o navegador pode levar para, através do protocolo HTTP, baixar as páginas de seu site para apresentar o conteúdo ao usuário.

E logicamente, nesse tempo entra tudo que existe dentro do seu site: todas as páginas de códigos, scripts, bibliotecas internas e externas que você utilizar, imagens, dentre outros.

Minimize o número de páginas de script e estilos de seu tema. Não se contente em apenas remover os caracteres desnecessários dos arquivos JavaScript e CSS, mas crie o hábito de combinar vários deles em um ou dois.

Isso fará com que as requisições diminuam, pois em vez de carregar vários scripts pequenos, o servidor irá solicitar apenas um que você combinou, fazendo você ganhar alguns milissegundos essenciais!

Quanto as animações e efeitos visuais de seu site, recomendamos que enxugue o máximo possível os arquivos necessários para elas, tornando-os o menor possível.

Sempre que puder use CSS ao invés de imagem, e quando precisar de alguma animação em seu site, dê preferência para propriedades combinadas de CSS3 e HTML5, como a propriedade Animation.


Não use muitos plugins

Web design

É muito comum o programador delegar algumas funções dentro do site aos famosos plugins, e os motivos disso podem ser vários, sempre sujeita a vontade do programador.

Quando se utiliza CMS como WordPressJoomla ou Drupal, é sempre bom ter em mente que quanto mais plugins existirem, mais requisições ao servidor de hospedagem serão feitas, e nem preciso dizer o efeito disso no carregamento da página, não é mesmo?

Então, lembre-se de excluir plugins desativados e desinstalar os puglins que você não utiliza. Verifique quanto cada um deles demanda de espaço e utilize apenas os que forem essenciais.

Desative e exclua todos os complementos desnecessários de seu site. Em seguida, remova os plugins que estão prejudicando a velocidade dele.


Ative o cache do navegador

Sempre quando se acessa um site, os arquivos necessários para o carregamento da página são armazenados na memória cache do browser (ou navegador) do usuário.

Isso economiza requisições ao servidor, uma vez que temporariamente os recursos estarão armazenados nesta memória, fazendo o seu site abrir mais rápido.

Na prática, o natural é que a maioria dos visitantes de seu site estejam o visitando pela primeira vez.

Mas isso não inibe o poder deste recurso, pois ele reduz e muito o tempo de carregamento da página (em alguns casos, chega a ser cerca de 60% de eficiência).

Para habilitar cache de seu servidor, basta procurar na internet um tutorial, pois pode variar dependendo da hospedagem que você usar.

A criação de sites é um ramo ainda extremamente lucrativo, e pode ser a grande tendência para este e os próximos anos. Um profissional web-designer ou desenvolvedor web conseguem ganhar salários muito altos, ou ainda ganhar mais abrindo sua própria agência ou sendo freelancer.

Comente abaixo sua experiência com criação de sites e como aplicar as técnicas acima lhe ajudaram!

Luís Nogueira

Luís Nogueira

Programador viciado em aprender coisas novas e especialista em desenvolvimento Web, apaixonado pelas tecnologias e stacks back-end, front-end e mobile, é fundador e CEO da Feature Code, com o objetivo de divulgar e agregar conhecimento a todos da área.

Comentários