O que você precisa saber para começar a aprender Python

Uma das linguagens que mais crescem no mundo inteiro, está ganhando seu espaço no mercado de trabalho com rapidez!
python por que aprender

Uma das linguagens mais recomendadas para quem está dando seus primeiros passos na programação é justamente o Python.

E as razões são diversas: curva de aprendizado baixa, sintaxe limpa e agradável, fácil detecção de erros, ganho de produtividade em códigos sucintos, versatilidade, e muito mais!

A comunidade gigantesca de pythonistas no Brasil e no mundo só cresce, reflexo também da importância da linguagem no mercado de trabalho.

Caso você queira aprender mais sobre o lugar do Python no mercado e oportunidade de fazer muito dinheiro com ele, leia este interessante artigo que destrincha em detalhes como está o mercado para o programador Python no Brasil e no mundo.

Pois bem, então, vamos ao assunto do post: o que você precisa saber para entrar de cabeça no estudo dessa linguagem fascinante?

Nesse artigo, iremos falar sobre as IDE’s mais famosas e recomendadas, as que eu particularmente mais gosto, as bibliotecas mais famosas, e os primeiros conhecimentos necessários para começar!


Principais IDE’s para desenvolvimento Python

Eclipse

Eclipse

É uma IDE para desenvolvimento em Java, mas suporta outras linguagens como Python com o uso de plugins.

É multiplataforma e open-source, e é uma das IDE’s mais famosas e utilizadas no mundo. Ela funciona muito bem para diversos projetos que você for fazer com Python.

Uma das vantagens do Eclipse é podermos instalar uma diversidade de pacotes para desenvolvimento com o objetivo de facilitar a codificação de aplicações Python.

Eu já usei ela algumas vezes, e a performance da plataforma justifica sua popularidade. O download pode ser feito no próprio site do programa.


Jupyter Notebook

Jupyter

O Jupyter Notebook é uma IDE bastante famosa que suporta linguagens como Julia, R, Python, Ruby, dentre outras.

Ele é bastante favorável a ciência de dados e mesclagem com componentes web, o que casa muito bem com a linguagem Python.

Você pode usar o Jupyter Notebook online, sem ser necessária instalação, ou pode baixá-lo.

Uma característica de documentos notebook é que oferecem uma programação mais dinâmica e rápida, propondo ao usuário um output imediato do código; não existindo a necessidade de compilar ou executar todo o documento.

Se você ainda não conhece essa maneira de escrever códigos, vale a pena conferir!


PyCharm

PyCharm

Uma das IDE’s mais utilizadas por quem programa em Python, o PyCharm foi lançado em 2010 pela JetBrains, e como o próprio site dele, o Pycharm é “para desenvolvimento Web com Python e desenvolvimento científico. Com suporte para HTML, JS e SQL”.

Como o site deles afirma, funciona bem para desenvolvimento web, pois suporta frameworks bem famosos e usados como Django e Flask.

Amplamente usado por diversas empresas ao redor do mundo, ele é bastante indicado por ser multiplataforma, permite desenvolvimento remoto e ainda suporte VCS.

Possui suporte a diversas ferramentas e bibliotecas Python, permitindo o desenvolvedor manipular matrizes e gráficos interativos. Também possui depurador gráfico.


Bibliotecas

As bibliotecas são coleções de módulos de script acessíveis a um programa Python para simplificar o processo de programação, oferecendo uma ampla gama de recursos.

Elas removem a constante necessidade de reescrever os comandos mais utilizados na construção de seus códigos, o que torna a programação muito mais fácil.

Aprender Python

Tem uma função na programação bastante semelhante aos frameworks. Eles podem ser usados ​​chamando-os ou importando-os no início de um script de código Python.

A escolha da biblioteca vai depender do objetivo de seu projeto. Existem bibliotecas recomendadas para projetos gráficos, para jogos, para web, para dados, e por aí vai!

Iremos lhe apontar algumas das mais famosas, mas vale a pena sempre ampliar seus conhecimentos em novas bibliotecas!


NumPy

Numpy

O NumPy é uma poderosa e amplamente usada biblioteca Python que foi pensada principalmente para realizar cálculos em Matrizes Multidimensionais, possuindo uma infinidade de ferramentas para gerenciamento dessas matrizes.

Ele é rápido, eficiente, e é muito usado quando cálculos são necessários, como em Machine Learning, tarefas matemáticas, computação gráfica, processamento e gerenciamento de imagens.

Vale lembrar que o pacote de bibliotecas NumPy é bastante favorável a integração entre linguagens, possuindo ferramentas úteis para isso. Você pode integrar facilmente o Numpy a outras linguagens de programação.


PyGame

pygame

Se trata de uma biblioteca de jogos multiplataforma que fornece a API da biblioteca SDL (criada em C), idealizada para utilizar a linguagem de programação Python em desenvolvimento de jogos.

Ela é multiplataforma, e provê bastante facilidades no desenvolvimento dos jogos, como detecção de colisão, renderização e sprites.

Ele pode ser entendido como uma game engine, conjunto de códigos prontos que contém as funções e processamento como base do código, para manipularmos e editarmos ao nosso gosto.

Estratégias, gráficos e objetivos específicos para cada jogo são acrescentados pelo programador em conformidade com a biblioteca, a linguagem em questão e o projeto em desenvolvimento.


Pandas

pandas

Com um número muito grande de colaboradores e muito usado em ciência de dados, o Pandas é uma biblioteca que fornece estruturas de dados de alto nível, com várias ferramentas de análise.

A biblioteca agrupa e organiza dados usando linhas e colunas, e os métodos podem funcionar para combinar, filtrar e agrupar dados.

Um ponto muito favorável do Pandas é a forte interação com o Excel, permitindo ler e gerar arquivos em xlsx.

Ele, seguindo o princípio da linguagem Python, é bastante simples e direto, podendo traduzir operações complexas de dados em pouquíssimos comandos.


Conclusão

Nesse artigo, aprendemos os passos básicos e recursos necessários para se começar no desenvolvimento Python.

Foi abordado desde o começo, com a escolha de IDE, que francamente, é mais questão de escolha mesmo.

Depois que você se habitua as bibliotecas e as possibilidades que elas te abrem, você será capaz de escolher a ideal para o seu projeto e aplicar os seus conhecimentos.

Caso queira aprofundar seus conhecimentos em Python, recomendamos o curso abaixo. Ele lhe ensinará do zero até o avançado a dominar a linguagem Python.

Não esqueça de comentar abaixo se você já programa em Python e como tem sido sua experiência nessa linguagem que só cresce! 😉

Luís Nogueira

Luís Nogueira

Programador viciado em aprender coisas novas e especialista em desenvolvimento Web, apaixonado pelas tecnologias e stacks back-end, front-end e mobile, é fundador e CEO da Feature Code, com o objetivo de divulgar e agregar conhecimento a todos da área.

Comentários